terça-feira, 18 de janeiro de 2011


Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você.
Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça. Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos, se realizam, ou não. Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só.

3 comentários:

  1. .

    Olá, Juliana!

    Digo o mesmo do seu blog: Lindo!

    Com a simplicidade que aprecio.

    Bem-vinda no meu cantinho! Sigo-te também!

    Deixo beijos e sorrisos

    .
    .

    ResponderExcluir
  2. ...Sem medo de ser feliz!
    Adorei o seu blog flor. Um beijo!!

    ResponderExcluir